fbpx

Você quer melhorar a imagem da sua empresa frente ao mercado?

Quer agregar valor aos seus produtos ou serviços?

Quer ser o destaque entre a concorrência e até mesmo atrair e fidelizar clientes?

Essas são algumas das vantagens em criar uma identidade visual para o seu negócio!

A identidade visual é um conjunto de símbolos que representam uma empresa ou um produto.

É o que torna sua marca chamativa para as pessoas.

Pense em um exemplo como a Coca-Cola, só de pensar em seu nome já remete a lembrança de uma Coca bem gelada no verão, acompanhado de um prato delicioso no almoço de Domingo.

Hmm, deu até água na boca…

Pois é assim que sua identidade visual deve ser criada, ela precisa parecer “apetitosa” para os clientes comprarem sua ideia!

Optar por um design que seja simplesmente bonito, ao invés de uma imagem que realmente capture a essência da sua empresa é o que diferencia uma organização comum de um líder de mercado.

O conceito é simples, mas colocá-lo em ação requer uma análise detalhada e certeira que indique o que você realmente quer expor aos seus clientes à primeira vista.

Agora, vamos para algumas dicas que separei exclusivamente para você! Caso você tenha alguma dúvida, deixe aqui embaixo nos comentários, será um prazer lhe responder!

#Por que a identidade visual é tão importante?

Como eu já disse anteriormente, ter uma identidade visual é ter impacto.

Possuir uma identidade que cause impacto é de extrema importância, pois assim as pessoas colocam sua empresa como referência e a partir daí passam a confiar em você.


Uma identidade que possa ser reconhecida em qualquer lugar

Grandes empresas como a Coca-Cola, Mcdonalds e Amazon possuem uma identidade visual extremamente marcante.

Coca-Cola com sua cor vermelha e branca e seu nome chamativo.

Mcdonalds com seu M amarelo e de fundo vermelho, pode ser reconhecido em qualquer lugar do mundo.

Amazon com seu A e uma seta embaixo.

Criaram uma identidade incrível e insubstituível.

#Como Fazer um Manual de Identidade Visual de Uma Empresa

O processo de construção de identidade visual deve ser documentado em cada uma das suas etapas para construir um verdadeiro padrão que represente a sua empresa.

O desenvolvimento da estética da marca reúne dados técnicos, análises, especificações e todo o tipo de informação que se transformará em referência para a criação de qualquer outro produto que levará o nome da sua organização.

A produção de um manual de identidade visual, também conhecido como manual de marca, tem o objetivo de ser o guia definitivo da comunicação visual do seu negócio.

É este documento que a sua equipe vai consultar para criar, por exemplo, o layout de um blog corporativo, um cartão de visitas e até mesmo um papel timbrado que seja entregue como peça publicitária.

O manual é voltado para os profissionais que trabalham nos processos de criação e design da companhia.

#Comece Pelo Briefing

O briefing (conjunto de informações ou uma coleta de dados passados em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho ou documento) é um bom primeiro passo em qualquer projeto de criação.

Sem um bom briefing, fica quase impossível reunir as ideias que você quer passar ao seu cliente por meio da identidade visual.

Todos os pontos essenciais para a criação de uma identidade gráfica são levantados no briefing.

É o momento de encontrar as respostas para todas as perguntas que definem o conceito por trás da sua organização.

Confira estas cinco perguntas essenciais que precisam ser respondidas no briefing de identidade visual.

  • Como você descreveria o seu produto?
  • Como você quer que o seu público o identifique?
  • Quem é o seu público?
  • Qual é o seu diferencial?
  • Quem são os seus concorrentes?

São esses dados que guiarão a construção da identidade visual do começo ao fim.

Além destes resultados, você também deve traçar os detalhes técnicos do processo de criação, desde as sugestões de cores e formas principais até o orçamento que pretende ser usado.

#Brainstorming

O brainstorming é uma reunião em que nenhuma ideia é pequena demais.

O conceito é quase literal: a equipe de criação e, por vezes, outros funcionários da empresa, se reúne para discutir toda e qualquer ideia que surgir em mente.

É aí que nasce o esboço do que a sua identidade visual ainda se tornará.

Como a etapa exige criatividade, é preciso considerar alguns fatores para terminar a reunião com resultados efetivos e inovadores:

  • Apresente propostas claras e objetivas para conseguir exatamente o que você precisa na enxurrada de ideias
  • Considere todas as possibilidades de cada ideia – todas elas podem possuir defeitos fatais ou vantagens poderosas.

#Tenha a Persona Bem Definida

Antes de transformar a missão da sua empresa em imagem e design, você precisa transformá-la em palavras.

A Brand Persona representa o que a marca tem a oferecer e como ela quer se conectar ao cliente em termos de comunicação.

Ela quer que o público a veja como um camarada descontraído que fala em gírias ou um superior formal e sério a quem ele pode recorrer?

Criar e definir uma Brand Persona é delinear a personalidade da sua marca aos olhos do público.

Para chegar até este passo sem grandes dificuldades, você precisa ter definido quem é você e quem é o seu alvo lá no briefing.

Ao definir a voz que a sua marca terá no mercado, fica muito mais simples desenhar um rosto para ela, principalmente uma face que esteja em harmonia com essa forma de se comunicar e com as expectativas do cliente.

#Definindo a Fonte, Cor e Estilo

Agora que a teoria já está pronta, chegou a hora de explorar a veia artística e criativa da sua equipe.

Todos os dados e informações que foram coletados até agora formam o esqueleto que nascerá com as formas e cores que serão escolhidas agora.

Depois de tantas reuniões e análise, até parece fácil dar um rosto ao seu segmento, mas não pense duas vezes antes de deixar este trabalho nas mãos de um profissional qualificado.

É a credibilidade e reputação da sua empresa que está em jogo.

Uma equipe de design preparada para a tarefa será responsável por colocar todas as ideias em ação, além de fazer as devidas mudanças que tornarão a identidade visual da sua empresa realmente marcante e inesquecível para o público.

Qual Fonte Você Deve Utilizar

A fonte (formato de letra) é o elemento responsável por dizer como sua marca é.

Ela precisa estar em perfeita harmonia com os desenhos e cores, além de ser perfeitamente legível para o seu público.

Diferentes famílias de tipografias imprimem emoções distintas aos clientes à primeira vista.

Por exemplo, fontes que lembram escrita à mão remetem um ar de sofisticação e classe.

Já as mais parecidas com a chamada “letra de forma” inspiram objetividade e clareza.

Não esqueça que a fonte não estará presente apenas no slogan ou logotipo da sua marca, como também em qualquer outra produção que envolva a comunicação visual.

Leve em consideração as tipografias utilizadas pelos seus concorrentes e reflita sobre quais características elas imprimem no seu inconsciente.

Escolhendo uma Paleta de Cores Perfeita

Não é novidade que as cores exercem um papel fundamental no processo de interpretação de sensações no cérebro, certo?

Se, na virada do ano, já escolhemos nos vestir com roupas que atraem energias que desejamos, por que não faríamos o mesmo com a nossa empresa?

As cores despertam sentidos, ativam memórias e representam conceitos de forma poderosa.

Por isso, precisam ser muito bem analisadas antes de aplicadas ao cartão de visitas do seu empreendimento.

As linhas que darão vida ao rosto da sua marca podem formar combinações que passam impressões muito distintas ao cliente.

Elas precisam estar em harmonia com todas as ideias discutidas nos passos anteriores, assim como os outros elementos de design.

#Resumo

O resumo geral de tudo isso é que você precisa ser autêntico e único.

É claro que algumas coisas terão relação com outras, ainda mais se a pessoa conhecer muito a respeito de Marketing.

Porém, se você criar uma identidade de destaque, apetitosa, chamativa e que passe confiança, você será o diferencial.

Será o 1% de quem atinge o sucesso.

Obviamente, esse não é o único passo preciso para ser uma boa empresa, mas já é um grande passo!

Você precisa de mais tráfego? Mais clientes e mais vendas? Acesse agora este link e conheça todo o nosso trabalho.

Página 1, sua parceira Digital!

Autor

Página 1 Digital